Um livro é um chamado

 

capaFez um mês que o livro “O passado é lugar estrangeiro” foi lançado pela Editora Patuá. Meu romance de estreia, o chamado a me tornar a mulher que tem o meu nome.

Foi o que escrevi no colofão da edição. Colofão, palavra que só descobri que existe por causa da Patuá, essa criadora de amuletos que completou seis anos. Viva!

Um livro é um chamado, de leitura e de escrita. Não sei quem chama e nem para quê, nem sempre atendo, outras vezes sim. Porém, agora há um livro na prateleira, junto a milhares de outros, qualquer dia desses pode ser aberto e lido.

Não obstante o nome da capa, os livros são amuletos sem dono, os livros são de quem quiser.

Saiba mais sobre o livro, aqui.

Para ler um trecho e comprar um exemplar, aqui.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s